• Patrick Brito

Três recursos interessantes do Dart

Antes de falar sobre os três recursos, para contextualizar caso você ainda não saiba, dart é uma linguagem de script voltada à web desenvolvida pela Google. Ela foi lançada na GOTO Conference 2011, que aconteceu de 10 a 11 de outubro de 2011 em Aarhus, na Dinamarca. O objetivo da linguagem Dart foi inicialmente a de substituir a JavaScript como a linguagem principal embutida nos navegadores. Programas nesta linguagem podem tanto serem executados em uma máquina virtual quanto compilados para JavaScript.

Em novembro de 2013, foi lançada a primeira versão estável, Dart 1.0. Em agosto de 2018 foi lançado o Dart 2.0, um reboot da linguagem, otimizado para o desenvolvimento client-side para Web e dispositivos móveis. Fonte: wikipedia


Famos para o que interessa: Optinal Typing, Snapshots e Isolates.


Optinal Typing: você pode usar tipos ou não, depende de você. Os tipos de código Dart não alteram a maneira como o aplicativo é executado, mas podem ajudar os desenvolvedores e as ferramentas de programação a entender seu código. Você pode não se incomodar com os tipos enquanto desenvolve um protótipo, mas pode adicionar tipos quando estiver pronto para se comprometer com uma implementação. Um padrão emergente é adicionar tipos a interfaces e assinaturas de métodos e omitir tipos dentro de métodos.


Snapshots: atualmente, os navegadores precisam analisar o código-fonte de um aplicativo Web antes que ele possa ser executado. O código Dart pode ser capturado instantaneamente - todo o seu estado e código gravado em um determinado momento - o que pode acelerar consideravelmente a inicialização. Nos testes iniciais, um aplicativo da web com 54.000 linhas de código Dart foi iniciado em 640ms. Com o snapshot, ele começou em 60ms. Quando o seu programa Dart está sendo executado na VM Dart, ele pode ter melhorias significativas no desempenho do tempo de inicialização.


Isolates: O Dart suporta a execução simultânea por meio de isolates , que você pode considerar processos sem sobrecarga. Cada isolates possui sua própria memória e código, que não pode ser afetado por nenhum outro isolate. A única maneira que um Isolate pode se comunicar com outro isolado é por meio de mensagens. Os isolates permitem que um único aplicativo use computadores com vários núcleos com eficiência. Outro uso para isolates: executar código de origens diferentes na mesma página, sem comprometer a segurança.


Fonte: What is Dart, Kathy Walrath & Seth Ladd.

#dart #featuresdart #developingmobile #mobileapps

7 visualizações
  • github

© 2020 by Insight App. All rights reserved.